Looks Atemporais: Sendo Você Mesma

7 jul

Looks atemporais surgem como uma ótima opção para você descobrir seu estilo próprio e não se fechar em fórmulas e na falsa dualidade de certo e errado ainda hoje alimentada por alguns setores da mídia e do próprio universo fashion.
Veja algumas dicas bem legais para você se libertar destes dogmas e ser você mesma, com estilo e atitude ao se vestir.
Looks urbanos e atemporais
look atemporal moderno
Algumas pessoas ainda alimentam a crença de que na moda, deve-se usar uma fórmula, univalente e que serve para todas as pessoas, sem levar em conta que cada um de nós revela um verdadeiro universo de particularidades e características diversas.
A grande sacada em moda é não se preocupar cegamente com estas tais “fórmulas”, mas sim por meio das tendências que surgem e renovam o visual, criar looks que não soem datados, mas sim atemporais.
Abordaremos algumas tendências que começam dar as diretrizes para a próxima estação e que irão render boas inspirações para suas próximas produções.
Para o dia a dia da mulher moderna: look floral
Os chamados looks atemporais, com pegada voltada ao street/urbano têm a seu favor, além da característica moderna, o fato de facilitar a vida da mulher. Afinal, simplificar a vida é a tendência mais em voga no contexto atual.
Uma forte tendência que certamente irá ficar ainda mais presente na próxima estação é o look floral. Embora seu diálogo seja direto com aquele ar “menina do campo”, ele pode flertar sem medo com a tendência urbana, bastando para isso combinar peças diferentes.
look atemporal floral
É o caso de um vestido com estampas delicadas de flores, mega feminino e bem “mulherzinha”, aliado à sobreposição de uma jaqueta jeans, por exemplo. O mesmo vale para um casaco. O resultado dessa mescla é um visual que desfila romantismo com modernidade, te deixando bem vestida e com a autoestima lá em cima! Fora a sofisticação, fator relevante para quem faz questão de um visual chique e impecável.
E você, é adepta de looks atemporais e clássicos?

Por Luís Perossi

No comments yet

Deixe seu comentario